A Eleição dum deputado da CDU pelo Algarve é uma valiosa ajuda para fazer ouvir a voz dos Algarvios no Parlamento 

 

Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

INFELIZ COINCIDÊNCIA

 

Desde que a Belaolhão encerrou, nunca mais escorreu matérias poluentes, para dentro da Doca...

A agua agora corre limpa, segundo os homens do mar.

É estranho que durante tantos anos, com tantos alertas, com tantas análises, os Serviços da Camara, a CCDR, o IPIMAR, etc., nunca tenham ligado a matéria que escorria pelo cano, mesmo em frente da fábrica, com as descargas que se verificavam várias vezes por dia.

Talvez agora infelizmente, juntem uma coisa à outra.

Entretanto foi a Ria e os Viveiristas que têm estado a sofrer ao longo deste tempo.

 

publicado por Olhão Bocas às 17:07
link | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 5 de Novembro de 2008

Lamentavelmente confirma-se o encerramento da BelaOlhão.

 

A CDU constata com tristeza que lamentavelmente se confirmou a morte anunciada de BelaOlhão.
 
A CDU e o PCP solidarizam-se com os trabalhadores que agora perdem os seus postos de trabalho angustiados por um futuro incerto. Olhão fica ainda mais pobre. 
 
Convém no entanto, fazer alguns reparos e pensar um bocado em todo este processo que nos parece no mínimo estranho.
 
A ver:
 
- A Autoridade para as Condições de Trabalho detecta indícios de que o encerramento e o despedimento dos 180 trabalhadores é ilegal. Afirmações da Delegada Regional da ACT à imprensa, informando que irão tentar apurar as circunstâncias.
 
- A Administração da empresa incentiva a criação à pressa de uma Comissão de Trabalhadores, facto praticamente inédito de uma Comissão de Trabalhadores que eventualmente poderá vir a tomar posse já depois de encerrada a empresa e, ainda mais estranho, com o apoio de quem promove esse encerramento- a Entidade Patronal. Mais estranho ainda quando há um sindicato que representa o sector e que tem vindo acompanhando todo o processo em colaboração com os trabalhadores e junto da entidade patronal e das entidades competentes, (Autarquia e Governo Civil) para evitar o encerramento da empresa.
 
- O Ministério da Economia e o senhor Presidente da Câmara, parece que nada sabiam (apesar deste ultimo ser várias vezes questionado na A. Municipal, pela CDU, sobre o assunto, a última vez em 29 de Setembro) pois agora é que estão a iniciar contactos para encontrar uma empresa no mesmo ramo para reactivar a fábrica. É caso para dizer depois de “casa roubada trancas na porta”.
 
- A pressa com que o Sr. Presidente foi hoje, 5 de Novembro, reunir com as entidades respectivas para “agilizar o acesso dos trabalhadores ao subsídio de desemprego”. Esta rapidez, que louvamos para facilitar a vida aos trabalhadores, é no mínimo estranha da parte de quem nada fez para evitar que estes trabalhadores perdessem o seu posto de trabalho.
 
- Por outro lado o Sr. Presidente não fala nas indemnizações a que os trabalhadores têm direito…! São para esquecer?
 
- O Sr. Presidente parece querer aparecer como “estando muito preocupado com a situação dos trabalhadores e a fazer todos os esforços, para defender os postos de trabalho e a economia do Concelho”. Mas na realidade, se calhar o que pretende é que rapidamente este assunto seja ultrapassado, calando os trabalhadores com o Fundo de Desemprego e que rapidamente seja esquecida a incúria e a (no mínimo…) aparente negligência da Câmara de Olhão.
 
Será que vai fazer o mesmo que fez aquando dos temporais, em que apareceu na noite com o fato da Protecção Civil e nunca mais voltou junto dos moradores de Moncarapacho, afectados?
 
Além de todos estes contornos estranhos o que mais preocupa a CDU e o PCP é que num espaço curto de tempo encerraram mais duas empresas em Olhão, A Bela Olhão e a Lusoeletricaolhanense (Leo). No conjunto Olhão perde mais de 200 postos de trabalho e “ganha” mais de 200 desempregados que vão somar aos 1305 que, em finais de Setembro, já estavam inscritos no centro de emprego local. Se tivermos em conta que nem todos os desempregados estão inscritos no Centro de emprego, temos a dimensão da gravidade da situação na nossa terra já tão debilitada em termos sociais.
 
Fica-nos no entanto a dúvida se foi feito o possível pela parte da Autarquia e do Governo para resolver esta situação. Cremos que não.
 
Numa altura em que o Governo, tanto acena com a bandeira da crise, mas ao mesmo tempo esbanja dinheiro apoiando os banqueiros que todos aos anos apresentam lucros chorudos e até nacionaliza um banco para resolver os problemas de má gestão dos seus gestores, seria caso para perguntar porque não faz o mesmo a estas empresas?
 
Seria bom que meditássemos todos um pouco nas atitudes destas 3 Entidades:
 
 - Governo Sócrates, que faz para os banqueiros o que não faz para os trabalhadores…
 - A Empresa que pela calada e tentando dividir os trabalhadores, fecha a porta, mas não vai mais pobre, nem as chefias ficam desamparados (talvez o Sr. Presidente da Câmara consiga o Fundo de Desemprego para a Administração da Bela Olhão…)
 - O Sr. Presidente da Câmara, que deu todas as facilidades à empresa, revelando pouca prudência e que afinal agora com toda esta azáfama, parece que tem algum peso na consciência.
 
Infelizmente o problema é que quem paga sempre estes prováveis erros, omissões e supostas negligências, são sempre os mesmos, são sempre os nossos, são sempre os trabalhadores.
 
O Partido Comunista Português, em Olhão e em todo o lado, continuará sempre do lado dos mais frágeis, porque esses, os que trabalham, os pescadores e pequenos armadores, os pequenos agricultores, os reformados, os jovens, os micro e pequenos empresários, esses é que são os nossos.
 
È com eles que nos identificamos e é com eles que contamos.
Connosco, sabem que podem contar!
 
Olhão,5 de Novembro 2008
publicado por cduolhao às 16:59
link | comentar | ver comentários (10) | favorito
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

O Emissário

Afinal agora, já toda a gente defende o emissário, como forma de ajudar a resolver os problemas de poluição da Ria.

Até o Sr Presidente da Camara, embora esteja a fazer o contrário, isto é, a trazer os esgotos das Ilhas para a ETAR em terra, para depois, presuntivamente tratados, serem lançados na Ria.

Mas ainda bem que defende, pois assim, pode ser que apele a que o PS na Assembleia da Republica, vote a proposta do PCP, que vai propor a inclusão em PIDDAC, no Orçamento de Estado, duma verba para efectuar estudos de viabiliadde do emissário.

Venha. Sr Presidente, junte-se a todos os que querem o melhor para Olhão e neste caso para a Ria.

publicado por Olhão Bocas às 00:53
link | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 1 de Novembro de 2008

Ainda os temporais de 27 e 28 de Setembro passados

 

A CDU não pode deixar de denunciar a inèrcia e o "deixar andar" desta situação.

Assim:

1 - Na Assembleia Municipal de 29 de Setembro, a CDU apresentou uma moção de Solidariedade para com os prejudicados, saudando os Bombeiros e outros Funcionários Municipais no apoio às vitimas, e reforçando a ideia de a Camara de Olhão e as Juntas de Freguesia, procederem ao levantamento dos prejuizos, para eventual apoio aos municipes atingidos pelos temporais.

A Sr Presidente da Camara afirmou que a Camara estava a trabalhar nesse sentido e a Moção foi aprovada por unanimidade.

2 - Em  16 de Outubro a bancada da CDU enviou um requerimento ao Presidente da Assembleia Municipal, solicitando informações acerca das demarches que a Camara de Olhão se comprometera a efectuar.

3 - Em  18 de Outubro, eleitos da CDU deslocam-se ao Sitio dos Murtais e aí, em contacto com moradores, constactam:

 a) A existência de prejuizos, nalguns casos significativos

 b) Nunca mais ninguém (Junta de Moncarapacho ou Camara de Olhão), apareceu junto das populações.

 c) Sempre que chove um pouco mais, aquela zona, sofre com isso.

 d) Os moradores estão preocupados com o futuro pois vem aí o Inverno e se volta a suceder algo parecido, temem novos problemas e prejuizos.

No seguimento desta deslocação são enviadas cartas - onde até são indicadas ideias para resolver o problema e aparentemente, pouco onerosas - para:

- Camara de Olhão

- Junta de Freguesia de Moncarapacho

- CCDRAlgarve (Ambiente e Ordenamento)

4 - Em 31 de Outubro, a CDU, volta a enviar ao Presidente da A Municipal, novo requerimento, indagando acerca do que foi ou está a ser feito para informar os moradores.

Desta vez a CDU decide dar conhecimento à Inspecção Geral da Administração Local.

Entretanto, caso não exista resposta, preparam-se novas acções.

Não se pode desistir!

As populações têm que ser ouvidas e os problemas resolvidos.

Para isso pagam impostos e elegem os autarcas.

E estes têm que assumir os seus compromissos.

Se estes não souberem ou não quizerem actuar, que sejam substutidos.

É assim a Democracia.

 

publicado por Olhão Bocas às 23:38
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.artigos recentes

. COMUNICADO DA DIRECÇÃO RE...

. Acerca das questões da se...

. Eleição de deputado da CD...

. Candidatos CDU e principa...

. Apresentação de Candidato...

. APRESENTAÇÃO DE CANDIDATO...

. 25 de Abril SEMPRE!

. TAXAS MUNICIPAIS - AUMENT...

. Resultados Eleitorais -De...

. ...

. FRANCISCO LOPES ESTEVE EM...

. FRANCISCO LOPES EM OLHÃO ...

.arquivos

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Junho 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Setembro 2006

.links

.subscrever feeds